Fruto de uma parceria entre o Ministério da Cultura, o Instituto CCR e a CCR ViaLagos, o projeto Teatro a Bordo / Teatro Móvel Solar, primeiro do tipo no Brasil, estacionou em frente à quadra do Parque Andrea, em Boa Esperança, segundo distrito do município, nos dias 30/9 e 1/10, e presenteou o público com a apresentação de personagens da tradição oral brasileira, músicas do cancioneiro popular, gagues de palhaços, oficinas educativas e artistas locais.

A iniciativa, que é de um grupo de artistas de Santos (SP) e chegou a Rio Bonito graças a uma parceria firmada entre a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Educação, e a concessionária, tem seu foco principal na apresentação de espetáculos em cima de um contêiner-teatro, iluminado com a energia do sol, mas também consiste em cortejos pelas cidades e intervenções nas escolas públicas, que levam brincadeiras e informações sobre a programação aos alunos.

“Apostamos na energia limpa como matriz energética do futuro e por isso instalamos módulos fotovoltaicos no nosso contêiner-teatro, para transformar a energia solar em energia elétrica. Com ela suprimos 100% da demanda dos equipamentos de iluminação dos espetáculos. Além de ser muito inspirador contar com a presença do sol durante a noite, estamos utilizando energia limpa, aliando arte e sustentabilidade na democratização do acesso à cultura”, explicou Talita Berthi, idealizadora e produtora do Teatro a Bordo.

Ainda assim, segundo Talita, outras fontes são necessárias para o funcionamento dos equipamentos de sonorização. “Contamos com um sistema híbrido, que utiliza gerador e energia solar. Desta forma, atendemos a públicos de até duas mil pessoas em uma única apresentação”, completou.

Para o responsável pela pasta de Educação do município, Flávio Pereira, que ao lado dos secretários Fátima Mendonça (Comunicação Social) e Murilo Oliveira (Meio Ambiente), prestigiou o evento, “projetos como este, não apenas proporcionam uma opção de lazer e entretenimento à população, como também funcionam como uma continuação das atividades educacionais da rede municipal, além de incentivarem a produção cultural no município”.

Com quase oito anos de estrada e uma bagagem de mais de 300 mil espectadores, o projeto já percorreu aproximadamente 150 cidades brasileiras. “Na Região dos Lagos, o Teatro a Bordo tem levado arte e diversão aos municípios localizados às margens da ViaLagos. Esse é um compromisso da CCR, quanto patrocinadora da iniciativa, com a população dessas cidades”, destacou a gestora de comunicação da concessionária, Luciana Sampaio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *