Com uma média mensal de 3.000 atendimentos, o Centro de Reabilitação Maria Taís S. Tavares, um dos principais dispositivos da Atenção Especializada do município, presta diariamente, à população, atendimento ambulatorial nas áreas de Fisioterapia, Psicologia, Psiquiatria, Fonoudiologia, Otorrinolaringologia, Nutricionismo e Assistência Social.

Localizada na Bela Vista, a clínica, que funciona de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h, recebe pacientes que, em sua maioria, são encaminhados pelas unidades da Estratégia Saúde da Família (ESF) e ambulatórios do município. O restante chega à unidade por vontade própria. Todos os atendimentos são realizados pelo SUS.

De acordo com a diretora do Centro de Reabilitação, Lúcia de Fátima Segalote, os serviços oferecidos também incluem atividades em grupo, para estimular a socialização e o trabalho coletivo, como as oficinas de Música e Jardinagem, que embora sejam destinadas aos pacientes da Saúde Mental, também são abertas ao público.

– Temos grupos de crianças, adolescentes, da terceira idade e das mulheres. Ao longo dos anos, constatamos que esse tipo de tratamento gera resultados significativos. Buscamos diariamente prezar pela qualidade do atendimento e conforto desses pacientes. Esse é o nosso objetivo – explicou.

A realização dos exames de audiometria e vídeo, feitos pelo otorrinolaringologista e a qualidade da equipe da unidade são outros pontos, que, segundo a diretora, devem ser destacados.

– Nossos consultórios são devidamente adaptados para atender as necessidades de cada especialidade e, consequentemente, acolher a população da melhor maneira possível. Para isso, temos hoje em nosso quadro 12 fisioterapeutas, 9 psicólogos, 4 psiquiatras, 6 fonoaudiólogos, 1 otorrinolaringologista, 1 nutricionista e 2 assistentes sociais – acrescentou Lúcia Segalote.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *