Com 100% de aproveitamento, a equipe Oficina de Vôlei Paralímpico / Esporte Clube Fluminense, de Rio Bonito sagrou-se campeã da Série C do Campeonato Brasileiro de Para Vôlei, no último sábado (23), em final disputada contra o time de Aracaju, que carrega o nome da cidade em que a competição foi realizada, no Sergipe.

Além do título, a primeira equipe da modalidade do município, também trouxe na bagagem três prêmios individuais: Melhor líbero (Lucas Alves); Melhor Saque (Josiel Muniz) e Melhor Atacante (Thiago Nogueira).

Organizado pela Confederação Brasileira de Voleibol para Deficientes (CBVD), o campeonato, que teve início no último dia 19, reuniu 10 equipes de vários estados de país, que foram divididas em dois grupos. As quatro que conseguiram a maior pontuação classificaram-se para as semi-finais e, de onde saíram as finalistas da competição.

De acordo com o técnico da equipe (que, além de Rio Bonito, conta com jogadores de Maricá, Rio de Janeiro e São Gonçalo), o também atleta da modalidade Carlos Augusto Barbosa, popularmente conhecido como Guto, que atua pelo time do Sezi Suzano Paralímpico, de Suzano (SP), a alegria e a determinação demonstrada pelo grupo durante o campeonato foram determinantes para a conquista.

– Desde o início dos treinamentos, há aproximadamente seis meses, até a final disputada no sábado, os atletas assumiram a responsabilidade, e apresentaram uma evolução crescente. Eles mereceram! Também é importante frisar o apoio que recebemos de diversos empresários do município – destacou o treinador, visivelmente emocionado com o título.

Desde 2011, Guto, que reúne passagens importantes pela Seleção Brasileira de Para Vôlei, como as participações nos Jogos Olímpicos de Londres, na Inglaterra, em 2012 e Pan Americanos de Guadalajara, no México, um ano antes, nos quais conquistou os primeiro e quinto lugares, respectivamente, comanda a Oficina do Vôlei, projeto que oferece semanalmente aulas gratuitas de Vôlei e Vôlei Paralímpico à população do município. Em 2013, graças a um convênio firmado entre a Prefeitura Municipal e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ), a oficina de Vôlei Paralímpico foi beneficiada com novos uniformes e materiais para treinos, além de um placar eletrônico, instalado no ginásio de esportes do Esporte Clube Fluminense, onde acontecem as aulas.

Os interessados em participar da Oficina do Vôlei podem entrar em contato pelo número (21) 984582072 (Guto).

Por Rodrigo Stutz

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *