Devido a suspeita de casos de dengue em alguns bairros do município, a Prefeitura Municipal, por meio da equipe do Programa Municipal de Controle da Dengue (PMCD), realizou, nesta quarta-feira (27), nos bairros Monteiro Lobato, Ipê e Coruja, uma ação de bloqueio da doença, com a liberação de inseticida no ar, pelo carro fumacê. Na última semana, a equipe já havia passado por Parque Andréa, Parque Indiano, Parque da Luz e Basílio.

A cada 30 dias, os agentes de combate à dengue fazem visitas domiciliares em todas as localidades do município, por meio das quais os focos de reprodução do Aedes Aegypti, mosquito transmissor da doença, são identificados e tratados com larvicida (quando não é possível sua remoção). Durante a inspeção, também são recolhidas as larvas do inseto, que, após serem analisadas pela equipe do programa, são submetidas a exames realizados pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Segundo o coordenador do PMCD, Vilcemar Araújo, mais conhecido como Mazinho, “Todos os procedimentos adotados pelo PMCD são monitorados e orientados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) e pela Fiocruz”.

De acordo com a dona de casa Célia Lima, de 78 anos e moradora do Monteiro Lobato, a presença dos agentes são freqüentes no bairro.

– Estou sempre atenta para evitar que se formem focos do mosquito da dengue em minha casa. Mas é bom saber que a Prefeitura está combatendo a doença. Nos sentimos mais seguros dessa forma – acrescentou.

Em 2013, quando se iniciou a atual gestão, Rio Bonito passava por um surto de dengue, e apresentava, proporcionalmente, o maior índice de casos registrados da região Metropolitana 2. Graças ao trabalho realizado pela equipe da Secretaria de Saúde, em parceria com outras secretarias, como as de Educação, Obras e Desenvolvimento Urbano e Habitação, nos últimos dois anos, pouquíssimos casos da doença foram registrados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *