A Prefeita Solange Almeida recebeu ontem (7) a visita dos assessores da Secretaria de Estado de Governo Jaqueline de Paula e Renato Freitas, que vieram analisar as principais demandas enfrentadas pelo município, após a forte chuva da última semana. Durante o encontro, que também contou com a presença do coordenador da Defesa Civil, William Dias e do secretário de Obras e Serviços Públicos, Cláudio Martins, foram visitados os bairros de Boqueirão de Boa Esperança, Nova Cidade, Lavras, Mangueirinha, Cambucás e Mangueira do Rio do Ouro.

Boqueirão de Boa Esperança foi vítima do fenômeno Cabeça d’água, aumento rápido e repentino do nível de um rio corrente ou cheio, devido a chuvas nas cabeceiras ou em trechos mais altos de seu percurso. Em Nova Cidade, a estrutura da ponte que dá acesso ao bairro foi danificada, tendo que ser interditada. A visita a Lavras também se deu devido a problemas causados na estrutura de uma ponte do bairro. Já na Mangueirinha, mais precisamente no local do entroncamento do Rio das Pedrinhas com o Rio Bonito, ocorreu o fenômeno assoreamento, processo que altera a topografia dos rios e, consequentemente, provoca transbordamento. Para esta localidade, a Defesa Civil sugeriu a construção de um muro de contenção ou de gabião, na margem do rio. Cambucás e Mangueira do Rio do Ouro também sofreram com alagamentos.

Durante às visitas, Solange Almeida também solicitou aos assessores do Governo do Estado a dragagem do Rio Bonito, trabalho que é de responsabilidade do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), e o coordenador da Defesa Civil pediu novos quites com travesseiro, lençol, fronha e cobertor, para atender às vítimas da chuva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *