Os sete núcleos do Programa “Segundo Tempo”, implantados no município por meio de parceria firmada entre a Prefeitura Municipal e o Governo Federal, para democratizar o acesso à prática e à cultura do esporte em Rio Bonito, receberam esta semana a visita de coordenadores do Ministério do Esporte. De acordo com André Silva, um dos coordenadores do programa, com a visita, o Ministério pretende colaborar para o desenvolvimento do programa na cidade.

– Durante os três dias de inspeção, podemos perceber que em Rio Bonito existe um envolvimento da comunidade com o projeto, e que as crianças estão realmente sendo atendidas. As modalidades esportivas oferecidas têm colaborado para a criação de um convívio social de qualidade para os alunos. Ou seja, o saldo da visita foi bastante positivo – disse.

Segundo o coordenador geral do programa, no município, o professor de Educação Física Carlos Moura, o sucesso da iniciativa se dá graças à qualidade dos profissionais envolvidos.

– O projeto conta com sete coordenadores de núcleos (todos professores de Educação Física) e sete instrutores de Educação Física, além de um coordenador pedagógico. Todos eles passaram por um curso preparatório promovido pelo Ministério do Esporte, para se tornarem aptos a participar do programa. Uma vez por semana, realizamos um encontro pedagógico com toda a equipe do projeto, para trocarmos experiências e aprimorarmos cada vez mais as atividades oferecidas – explicou o coordenador, que fez questão de agradecer, em nome da prefeita Solange Almeida, pela parceria firmada entre os governos.

Atualmente 1050 alunos da rede municipal são beneficiados pela iniciativa. Dessa forma, o executivo municipal pretende promover o desenvolvimento integral de crianças, adolescentes e jovens, prioritariamente em áreas de vulnerabilidade social.

As atividades esportivas, como futsal, futebol, voleibol, basquete, tênis de mesa e capoeira, entre outras, que tiveram início em Março de 2015, são oferecidas no período do contraturno escolar, duas vezes por semana.

Para a vice-diretora do Colégio Municipal Maurício Kopke, onde funcionam dois núcleos do projeto, Franciane Machado, antes da implantação do programa, a crianças eram mais agitadas e ansiosas.

– Os alunos adoram as aulas promovidas pelos professores do Segundo Tempo. A mudança de comportamento em sala de aula foi nítida, após o início das aulas de Educação Física, assim como a melhora do rendimento escolar – ressaltou.

A convite do secretário de Esporte e Lazer, Ronaldo Oliveira, o vereador Marcos Fernando da Fonseca, o Marquinhos da Luanda Car, esteve presente ontem no colégio, durante a visita da equipe do Ministério do Esporte e elogiou a iniciativa.

– Não há dúvidas sobre o poder de inclusão social que o esporte exerce. Trata-se de uma atividade que transforma a realidade das pessoas com uma velocidade muito grande. É de extrema importância para o município a implantação de um programa desse nível – destacou.

Criado em 2003, o “Segundo Tempo” tem duração de dois anos e é considerado um dos 10 maiores programas sociais do mundo. Mais de um milhão de crianças, adolescentes e jovens são atendidos pelo projeto, em todo o território nacional.

Por Rodrigo Stutz

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *