Para reforçar ainda mais a qualidade da merenda que são servidas nas escolas, a prefeitura de Rio Bonito fez uma chamada pública em abril deste ano para a aquisição de gêneros alimentícios da Agricultura Familiar. Por lei, devem ser destinados aos agricultores familiares pelo menos 30% dos recursos repassados pelo Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE) para a alimentação escolar. Essa semana, os membro da Comissão da Agricultura familiar, juntamente com o secretário de Agricultura, Ricardo Luis do Nascimento, visitaram agricultores familiares do Rio Seco e Catimbau que produzem gêneros alimentícios para a merenda escolar. O objetivo da visita é estreitar a relação entre os agricultores e as secretarias de Agricultura e Educação, além de verificar origem, produção e a qualidade dos produtos.

A nutricionista e responsável técnica do Programa Municipal de Alimentação Escolar (PMAE), Gabriela Sá, que preside a comissão, destacou a importância da Agricultura Familiar que é mais do que um programa que fornece alimentação nutritiva aos estudantes da educação básica, também melhora a vida de agricultores familiares, desenvolve o hábito da alimentação saudável e evita a evasão de alunos.

“A importância de se estabelecer um contato direto com os agricultores familiares para verificar origem e qualidade dos produtos é fundamental nesse ciclo entre a produção e o consumidor final, nesse caso os alunos da rede municipal, que são contemplados com um produto fresco recém-saído da horta”, afirma a nutricionista.

Ela também esclareceu que são feitas visitas periódicas aos agricultores que participaram da Chamada Pública para a aquisição de produtos da Agricultura Familiar. Quiabo, maxixe, jiló, aipim, laranja, banana são alguns desses produtos que estão sendo adquiridos e fazem parte do cardápio que são servidos nas escolas.

“Existe uma comissão da Agricultura Familiar que faz essas visitas periódicas para conhecer e incentivar os agricultores a produzirem mais e ampliarem o leque de opções para o cardápio das escolas. É sempre gratificante para uma nutricionista perceber o comprometimento dos nossos produtores rurais com a qualidade, ainda mais que eles sabem que são as crianças da nossa cidade que experimentarão o resultado do seu trabalho”, garante a nutricionista.

Agricultura Familiar – A prefeitura de Rio Bonito, através das secretarias de Educação e de Agricultura, atendendo a Lei nº 11.947, de 16 de junho de 2009, realizaram uma Chamada Pública para a aquisição de produtos da Agricultura Familiar, em abril deste ano. A lei determina que no mínimo 30% do valor repassado a estados, municípios e Distrito Federal pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) deve ser utilizado na compra de gêneros alimentícios diretamente da agricultura familiar e do empreendedor familiar rural. Essa Chamada Pública foi para compra de alimentos referentes aos meses de maio a dezembro, no valor de R$ 387.644,21.

Texto: Denilson Santos
Fotos: Galileu

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *