O Dia Mundial da Água foi marcado nesta quinta-feira (22) em Rio Bonito, com ações  na Praça Fonseca Portela. O público teve a oportunidade de obter informações sobre a importância e os cuidados com os recursos hídricos,  e do trabalho que vem sendo realizado no município para a conservação de rios, lagos e mares e para a conscientização da população. A ação, organizada pela Secretaria de Meio Ambiente, também contou com a distribuição de uma cartilha com dicas sobre o uso racional da água. O Dia Mundial da água, ,  criado pela Organização das Nações Unidas (ONU) no dia 22 de março de 1992, para ser um dia de debates e conscientização sobre os diversos temas relacionados a este importante bem natural.

A secretaria de Meio Ambiente também distribuiu mudas de árvores de espécies nativas da região, com objetivo de recompor as matas ciliares, que são fundamentais para a proteção dos rios do município. A prefeitura também realizou o plantio de árvores (reflorestamento) no Parque Natural Municipal Embratel 21 e no Parque Natural Municipal Olívio Osório, que ficam na Serra do Sambê.

O secretário de Meio Ambiente, Geovane Geraldo,  afirmou que esses eventos servem de conscientização sobre a importância para preservação do Meio Ambiente, mas que o importante é que, no decorrer do ano, a população também ajude na recuperação da mata ciliar para que no futuro não venha faltar água para consumo humano.

“A ação de hoje teve como objetivo trazer à tona a reflexão e discussão sobre a relação homem e água, abordando temas como a conservação e proteção da água, reflorestamento das áreas de nascentes, recursos hídricos e medidas para resolver problemas relacionados com poluição. Incentivando e chamando a atenção da sociedade para a preservação dos leitos dos córregos, rio e mananciais”, explicou o secretário.

Cartilha – O consumo consciente é hoje uma necessidade e pode ser feito por meio de ações simples do dia a dia, como reduzir o tempo do banho, ou fechar a água enquanto se escova os dentes. Além disso, ao longo dos anos, novas tecnologias estão sendo desenvolvidas para ajudar o consumidor no combate ao desperdício da água. Algumas dicas como essas, estão na cartilha que foi distribuída pela Secretaria de Meio Ambiente.

 

Mais que mudanças de hábitos é fundamental que as pessoas se conscientizem da importância de se economizar água e passem essa cultura para seus filhos e netos. Se a redução no consumo e no desperdício não começar a mudar já, é bem provável que em pouco tempo sofreremos com os racionamentos e a escassez de água.

“Com essa ação queremos conscientizar a população sobre o uso racional da água, por isso é muito importante a participação das crianças nessas ações, para que não venhamos sofrer futuramente com a falta da água”, afirmou o Geovane.

Texto: Denilson Santos

Foto: César Augusto Galeão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *