A Ronda Escolar que é feita diariamente em mais de 40 unidades escolares do município ganhou mais um reforço importante: a informação. Vários integrantes da Guarda Municipal de Rio Bonito participaram do Curso de Formação e Especialização em Ronda Escolar, realizado no Colégio Municipal Presidente Castelo Branco, pelo Grupamento Especializado de Ronda Escolar na Inspetoria GERE, da Guarda Municipal de São Gonçalo. O curso, realizado entre os dias 1 e 5 de outubro, também contou com a participação das guardas municipais de Mesquita, Niterói, Itaboraí e as equipes da PAMESP Escolar da Polícia Militar do RJ – 7° Batalhão.

Durante o curso, que teve aulas teóricas e práticas, foram debatidos vários temas, como: abordagem e busca pessoal; apreensão e condução de menores infratores; direitos humanos; enfrentamento da exploração sexual de crianças e adolescentes; Estatuto da Criança e Adolescente; mediação de conflitos; policiamento comunitário escolar; procedimento de Ronda Escolar; uso progressivo e legal de força; violência contra a mulher (Lei Maria da Penha); Sistema de Segurança Pública no Brasil (história e formação das polícias); Segurança Pública sem Homofobia, além da nova lei de escuta sensível à criança vítima de violência.

A solenidade de formatura para entrega dos certificados do Curso de Formação e Especialização em Ronda Escolar, foi realizada na sede da Guarda Municipal de São Gonçalo e contou com a presença de diversas autoridades, como o prefeito de São Gonçalo, José Luiz Nanci, comandantes e secretários de segurança pública das cidades de Niterói, São Gonçalo, Rio Bonito, Itaboraí e Mesquita, oficiais e suboficiais da Marinha do Brasil e dos Fuzileiros Navais, além de oficiais e praças da Polícia Militar do Estado do RJ, entre outros.

Segundo o secretário de Gestão e Ordem Pública, Márcio Soares, que participou do evento, o objetivo da Ronda escolar não é somente coibir assaltos e a venda de drogas ao redor das escolas, evitar possível depredações ao patrimônio público e garantir mais segurança para professores e alunos. Também entra a questão dos direitos humanos. Para ele, o planejamento do trabalho deve ser feito em conjunto com os diretores das unidades de ensino, para elaborar um estudo sobre os principais problemas enfrentados por cada escola. A partir daí, será feito um planejamento com as ações que são feitas durante a Ronda Escolar.

“A guarda municipal vem atuando nas escolas de forma preventiva, com rondas diárias para coibir qualquer ato infracional cometido pelos alunos ou contra eles, dando suporte à direção das escolas. O curso de formação teve o objetivo de promover a capacitação dos profissionais que atuam neste setor. É muito importante esta ação, a capacitação e integração da Guarda Municipal. Hoje, o que mais aflige o Brasil é a segurança. E a segurança está em primeiro lugar em qualquer estatística, pois o desejo de todos é ter uma cidade mais segura. Nós atuamos juntos com o objetivo de proteger e preservar os direitos fundamentais da criança e do adolescente. A Ronda Escolar trabalha com uma equipe que passa por treinamentos constantes com parcerias privadas e públicas, como o curso que participamos em São Gonçalo”, afirma o secretário Márcio Soares.

Texto: Denilson Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *