Ação preventiva faz parte do protocolo recomendado pelo Ministério da Saúde, mas a cidade não contabiliza nenhum caso da doença. O calendário de vacinação deve ser seguido normalmente. A vacina está disponível no Centro Pediátrico Almir Branco

A prefeitura de Rio Bonito intensificou a vacinação contra o sarampo nessa semana. Embora atualmente o município não tenha registrado nenhum caso da doença, a secretaria de Saúde está em estado de alerta e intensificou a vacinação por se tratar de uma doença grave e em razão dos casos que vêm sendo registrados em municípios do Estado do Rio.  Medidas preventivas foram tomadas, juntamente com a Vigilância Epidemiológica, para conter o avanço da doença. As equipes, que atuam nas unidades de saúde, estão sendo treinadas e capacitadas para detectar os casos suspeitos e tomar todas as medidas de bloqueio de circulação do vírus.

Segundo a Coordenadora de Imunização da secretaria de Saúde,  Jane Lima, o município não está fazendo uma campanha de vacinação nesse momento, mas intensificando a imunização de crianças de seis meses a menores de 1 ano, que são mais suscetíveis a doença. Além disso, seguindo orientações do Ministério da Saúde, também estão sendo vacinadas com a vacina Tríplice Viral, que combate o vírus do sarampo, caxumba e rubéola, pessoas com idades entre 1 a 49 anos. Essa medida preventiva, prevista no Calendário Nacional de Vacinação, estabelece que a criança receba essa vacina aos 12 e 15 meses.

“É importante esclarecer que a chamada “dose zero”, que está sendo aplicada nas crianças de 6 a 11 meses, não substitui e não será considerada válida para fins do calendário nacional de vacinação da criança. Além dessa dose que está sendo aplicada agora, os pais e responsáveis devem levar os filhos para tomar as duas doses da vacina tríplice viral, aos 12 meses e aos 15 meses de idade, respeitando-se o intervalo de 30 dias entre as doses. Ou seja, a vacinação de rotina das crianças deve ser mantida independentemente de a criança ter tomado a “dose zero” da vacina”, afirma Jane Lima.

Estado de Alerta – Ela também explicou que, em virtude de um surto de sarampo em São Paulo e o Rio de Janeiro ser um potencial corredor da doença devido à proximidade, a Secretaria de Estado de Saúde colocou todos os municípios em estado de alerta. As ações que estão acontecendo em Rio Bonito têm por finalidade reforçar a necessidade da prevenção com a vacina, que estão disponíveis no Centro Pediátrico Municipal Dr. Almir Branco, no Centro.

“A vacina que fazemos hoje para o sarampo, não é só para essa doença, ela é triviral, ou seja, três doenças provocadas por vírus (sarampo, rubéola e caxumba). Para as pessoas com 5 a 29 anos são duas doses, com intervalos de trinta dias. Para as de 30 a 49 anos é dose única”, explica.

A Doença – O Sarampo é uma doença viral aguda, grave, altamente transmissível, podendo gerar sérias complicações que podem ser fatais, como a pneumonia e a encefalite, que apresenta como sintomas febre, tosse, coriza, conjuntivite e manchas avermelhadas na pele. Pode evoluir com complicações entre crianças menores de cinco anos, em adultos maiores de 20 anos, em indivíduos com imunodepressão ou em condições de vulnerabilidade, e gestantes.

Texto: Denilson Santos

Fotos: Rogério Rodrigues

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *