A prefeitura de Rio Bonito inaugurou o Espaço Bilíngue Libras/Língua Portuguesa no Colégio Municipal Maurício Kopke, no Centro, que será uma referência para o aluno surdo que não domine a libras e nem a língua portuguesa, e vai poder efetivar o conhecimento através da Língua Brasileira de Sinais, aprendida no local.  No Centro Administrativo da prefeitura, na Praça Cruzeiro, a secretaria de Educação realizou também palestra para professores de educação inclusiva, além de alunos ouvintes e de Libras, com o diretor do Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES), Paulo Bulhões, que abordou assuntos ligados as “Lutas e conquistas da comunidade surda”. Além disso, teve apresentações de teatro com surdos e do curso de Libras.

De acordo com a secretária de Educação, Wanderlúbia Antunes, o espaço é mais uma referência na educação inclusiva.

“O trabalho incansável dos profissionais que atuam na educação inclusiva, fez com que o município se tornasse referência em todo o Estado. Isso nos traz muito alegria, mas também aumenta a nossa responsabilidade de trabalhar cada vez mais em prol da inclusão em nosso município”, ressaltou a secretária de Educação, Wanderlúbia Antunes.

O dia 26 de setembro, data que se comemora o Dia Nacional do Surdo, foi escolhido para representar a luta da comunidade surda brasileira por ser a data da criação da primeira escola de surdos no Brasil: o INES, fundada em 1857.  Atualmente o órgão, ligado ao Ministério da Educação (MEC), nomeou o primeiro diretor surdo, depois de 163 anos. Paulo Bulhões, que atuou vários anos como ouvinte, assumiu o INES escolhido de uma lista tríplice pelo presidente da República.

Na sua palestra, o diretor do INES falou que uma das maiores conquistas da comunidade surda foi a Lei que instituiu a Linguagem Brasileira de Sinais (Libras), há 17 anos, e o reconhecimento da carreira de interprete de libras.

O objetivo é divulgar a Língua Brasileira de Sinais (Libras) e a cultura surda, além de possibilitar o compartilhamento de informações e conquistas da comunidade surda e proporcionar a interação entre surdos e ouvintes de Rio Bonito e região.

Fotos: Galileu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *