Público-alvo da ação, que começou nesta segunda-feira (18) e vai até 30 de novembro, é formado por adultos entre 20 e 29 anos.

Começouesta semana a segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, que tem como público-alvo os jovens adultos entre 20 e 29 anos. Na primeira fase da campanha em outubro foram imunizadas crianças entre 6 meses de idade e 4 anos. A campanha termina no dia 30 de novembro, quando também acontece o Dia D de vacinação contra a doença. O esquema vacinal contra o sarampo está previsto no Calendário Nacional de Imunização e é oferecido durante todo o ano na rede pública de saúde para as faixas etárias recomendadas. O atendimento em Rio Bonito acontece todos os dias, das 7 às 16 horas, no Centro Pediátrico Municipal Dr. Almir Branco, no Centro.

“Embora atualmente o município não tenha registrado nenhum caso da doença, a secretaria de Saúde está em estado de alerta e intensificou a vacinação por se tratar de uma doença grave e em razão dos casos que vêm sendo registrados em municípios do Estado do Rio. As equipes, que atuam nas unidades de saúde, foram treinadas e capacitadas para detectar os casos suspeitos e tomar todas as medidas de bloqueio de circulação do vírus”, explicou a secretária municipal de Saúde, Dailane Magalhães.

Segundo a Coordenadora de Imunização da secretaria de Saúde, Jane Lima, nesta etapa serão imunizados os jovens adultos entre 20 e 29 anos, que fazem parte dos grupos mais suscetíveis a doença.

“As vacinas estão disponíveis no Centro Pediátrico Municipal Dr. Almir Branco, no Centro. Mas é fundamental que as pessoas venham se vacinar e tragam a caderneta de vacinação”, orienta a Coordenadora de Imunização da secretaria de Saúde, Jane Lima.

Sintomas – Os principais sintomas do sarampo são mal-estar geral, febre, tosse, coriza e manchas brancas na mucosa oral. A doença também provoca conjuntivite e se caracteriza por apresentar manchas vermelhas que aparecem no rosto e se espalham por todo o corpo. O sarampo é uma doença que passa com facilidade de uma pessoa para outra por meio da fala, tosse e espirro.

Contraindicações – Pessoas com suspeita de sarampo, gestantes, crianças com menos de 6 meses e imunocomprometidos não devem receber a vacina. Pessoas com alergia à proteína lactoalbumina, presente no leite de vaca, devem informar ao profissional de saúde no posto de vacinação para que recebam a dose feita sem esse componente.

Texto: Denilson Santos
Fotos: Galileu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *