Começa na próxima sexta-feira, 1º de maio, e vai até o dia 31 do mesmo mês, a primeira fase da campanha de vacinação contra a febre aftosa em bovinos e bubalinos. Por conta da pandemia da covid-19, foi disponibilizado um número de WhatsApp e o email do Núcleo de Defesa Agropecuária, para que os agricultores enviem o comprovante de vacinação.

Segundo a Secretaria de Agricultura, os pecuaristas que precisarem de auxílio para vacinar seu rebanho, podem entrar em contato com o técnico da Secretaria, Igor Guimarães, através do telefone (21) 2734-0276 ramal 2020, e agendar a presença de um técnico da equipe na propriedade, mas é necessário que o produtor já tenha adquirido a vacina.

Depois de imunizar o rebanho, o pecuarista deve digitalizar ou tirar uma foto do formulário de declaração preenchido e da nota fiscal, e em seguida enviar para o email do Núcleo de Defesa Agropecuária ndatangua.agriculturarj@gmail.com ou para o WhatsApp (021) 98605-1198.

A vacinação e a declaração são fundamentais para a comercialização de produtos como carne e leite, e também para a emissão da Guia de Trânsito Animal (GTA), documento que autoriza o produtor a circular com seu rebanho.

A secretária de Agricultura, Daniele Rodrigues, lembra que a vacinação é importante para que a doença continue erradicada no Estado. “Sei que estamos passando por um momento muito difícil por causa do coronavírus, mas a vacinação é muito importante para que o produtor não perca seu gado e tenha prejuízos com a doença”, disse Daniele.

 

Texto: Lívia Louzada

Foto: Secretaria de Agricultura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *