A secretaria de Educação realizou na sexta-feira, 29, um encontro com os diretores e representantes das escolas particulares para tratar do possível retorno gradual das aulas baseada na classificação atual da bandeira amarela.

Durante a reunião, que contou com a presença da secretária de saúde, Daiana Albino e da Coordenadora da Vigilância em Saúde, Carolina Lima, foram tiradas dúvidas e apresentada a situação da pandemia no município e as condições para que as escolas retornem gradualmente as aulas. Foi estabelecido que o retorno seria baseado no ensino hibrido, que busca agregar o uso de tecnologias de ensino à distância (online) ao ensino tradicional em sala de aula.

“A gente está com o risco relativamente baixo em relação à circulação do vírus no município, mas para que possamos dar prosseguimento, precisamos que cada escola encaminhe o plano de retomada, com a relação do numero de salas, as instalações, rotina de desinfecção, uso de mascara e álcool, lavagem das mãos, entre outros pontos. vocês irão submeter esse plano a avaliação da Vigilância Sanitária do município e caso necessário faremos uma visita na unidade”, disse a Coordenadora de Vigilância.

De acordo com o secretário de Educação, Adalmir Cardoso, a retomada vai depender da instalação de cada escola, sendo a principio  voltada para o ensino fundamental.

“A principio a retomada será do ensino fundamental, mas a gente pode, a partir do plano que vocês apresentarem, pensar no retorno de outras séries”, explicou Cardoso.

A disponibilidade em ajudar nessa retomada foi pontuada também pela secretária de Saúde, Daiana Albino que afirmou que a data do retorno vai depender do parecer da vigilância e das adequações das unidades.

“Após o parecer da vigilância sanitária e a adequação das escolas a esse parecer durante o mês de fevereiro, as instituições privadas podem pensar em iniciar o retorno gradativo a partir de março”, disse Albino que se comprometeu,  assim que tiver a data de retorno,  em produzir uma cartilha com todos os protocolos para que os pais e responsáveis tenham acesso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *