Rio Bonito deu inicio nesta quarta-feira (14) a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza A e B, em várias unidades de saúde do município. A campanha, que tem como principal objetivo reduzir a mortalidade, as complicações e as internações decorrentes das infecções pelo vírus da gripe (influenza), foi dividida em três etapas e acontece até o dia 9 de julho. A meta é vacinar 90% da população, principalmente as pessoas que fazem parte dos grupos suscetíveis à doença.

Excepcionalmente neste ano, os idosos não serão os primeiros a serem imunizados para evitar conflito com o calendário de vacinação contra a Covid-19. Deve ser respeitado um intervalo de pelo menos 15 dias entre a aplicação das vacinas contra a Covid-19 e a da gripe. Ou seja, quem tomar primeiro a vacina da gripe deve esperar 15 dias para receber a dose da vacina contra a Covid-19.

As vacina foram distribuídas pelo Governo do Estado e tem como meta imunizar 90% dos grupos prioritários.

A vacinação contra a gripe foi dividida em três grupos prioritários:

1ª etapa — de 14 de abril a 10 de maio: crianças, gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde;

2ª etapa — de 11 de maio a 8 de junho: idosos com 60 anos ou mais e professores;

3ª etapa — de 9 de junho a 9 de julho: demais grupos prioritários: Pessoas com deficiência permanente Caminhoneiros Trabalhadores de transporte coletivo Rodoviário passageiros Urbano e de longo curso Trabalhadores Portuários Forças de Segurança e Salvamento Forças Armadas Funcionários do Sistema de Privação de liberdade População privada de liberdade e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas.

Locais de Vacinação – A vacina está sendo disponibilizada na Estratégia de Saúde da Família (ESF) da Mangueira, Parque Andréa, Nova Cidade, Boa Esperança, Rio Vermelho, Viçosa, Boqueirão, Serra do Sambê, Rio do Ouro, Jacuba, Lavras, Colina, Sambê, Bela Vista, Clínica da Família, Praça Cruzeiro, Ipê, BNH, Cajueiro, Parque Indiano, Basílio, Mata, Catimbau, Rio Seco, Vertente, Mineiros, Jacundá e Braçanã. Os idosos que residem nos bairros do Centro, Caixa D`Água, Paineiras e em locais que não possuem ESFs, serão vacinados no Centro Pediátrico Almir Branco e no Ambulatório Municipal de Boa Esperança.

Estratégia – Segundo a Coordenadora de Imunização da secretaria de Saúde, Jane Lima do Amaral, a estratégia de vacinação contra a influenza foi incorporada no Programa Nacional de Imunizações (PNI) em 1999, com o propósito de reduzir internações, complicações e mortes decorrentes das infecções pelo vírus da influenza na população alvo, tendo como meta vacinar no mínimo 90% de cada um dos grupos prioritários para vacinação contra influenza.

“As infecções respiratórias agudas constituem um conjunto de doenças freqüentes e tem maior incidência em pessoas com idade acima de 60 anos e crianças, sendo o vírus da influenza um dos principais agentes etiológicos destas doenças”, explicou Jane Lima.

Contraindicação – A única contraindicação da vacina é para quem tem alergia severa a ovo. Além disso, para quem é doador de sangue, devem esperar cerca de 48 horas antes de fazer outra doação. A vacina disponível no SUS protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no país: A/H1N1; A/H3N2 e influenza B.

Texto: Denilson Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *