A Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal de Agricultura, e a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Rio de Janeiro (Emater-Rio) promoveram, na tarde de ontem, uma série de palestras direcionadas aos pequenos agricultores e produtores rurais do município. O crédito rural oferecido pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) às famílias produtoras rurais que possuem a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), ou seja, famílias que atendem aos pré-requisitos exigidos pelo governo federal para a liberação do financiamento, foi a tônica do encontro, realizado no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), no centro da cidade.

Além das linhas de financiamento de crédito do programa de incentivo às atividades rurais, as palestras também abordaram os programas de Aquisição de Alimentos (PAA) e de Alimentação Escolar (PNAE) e a operacionalização do crédito rural pela Emater-Rio e agências do Banco do Brasil.

Segundo a gerente técnica estadual da Emater-Rio e uma das palestrantes da tarde, a médica veterinária Lina Provenzano, o evento foi de extrema importância para os pequenos agricultores e produtores do campo, pois conseguiu passar informações essenciais para que os mesmos possam enquadrar-se nas políticas públicas disponíveis para este importante setor da economia. “A partir de hoje, eles terão uma consciência maior sobre quais exigências devem atender para possuírem o DAP. Trata-se de uma informação mínima de como acessar o crédito rural”, afirmou Provenzano.

O responsável pela pasta da Agricultura no Município, o secretário Edilberto Medina, não tem dúvidas sobre os benefícios do programa, o qual afirma ser de extrema importância para o suprimento das carências do setor rural. “As linhas de financiamento do Banco do Brasil, através do Estado e da Emater-Rio, irão permitir ao pequeno produtor impulsionar sua produção”, reforçou o secretário.

Os outros palestrantes do encontro foram o secretário executivo do Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável (Cedrus) e coordenador da Câmara Técnica de Crédito e Agricultura Familiar, o engenheiro Sebastião Rezende; o engenheiro agrônomo do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) Max Ribas e Célia Ferreira, assessora da Superintendência Estadual do Mercado de Desenvolvimento Sustentável e Agronegócios do Banco do Brasil.

Também estiveram presentes no evento, o presidente da Subseção da OAB-Rio Bonito, Silva Jardim e Tanguá, Dr. Cézar de Sá; Bruno Rodrigues, operador de crédito rural da agência do Banco do Brasil de Rio Bonito; Edson Quintanilha, presidente do Sindicato Municipal dos Trabalhadores Rurais e a presidente do Comitê Gestor da Microbacia (Cogem) de Rio Seco da Mata, Marta Moraes.

Reportagem: Rodrigo Stutz

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *