A Secretaria de Promoção Social, em parceria com o Conselho Municipal do Idoso, promoveu, na tarde desta terça-feira (30/06), a I Conferência Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa. No encontro, que teve por objetivo discutir a implementação de políticas públicas voltadas para a melhoria da qualidade de vida da terceira idade, foram aprovadas, pelos delegados da conferência, nove propostas (três de cada eixo temático), que serão encaminhadas para votação durante a conferência estadual, que acontecerá em Setembro, no Rio de Janeiro.

Do eixo “Gestão”, foram aprovadas as propostas de criação da Clínica Geriátrica e do Centro-dia para idosos que estiverem acamados ou em situação de risco, além da exigência do cumprimento da lei que garante o acesso da pessoa idosa, a partir dos 60 anos, ao transporte público, como previsto no Estatuto do Idoso. Do eixo “Financiamento”, as propostas de criação do selo “Empresa amiga do idoso”, de garantia de aplicação de 1% do orçamento do município em ações, projetos e programas destinados ao idoso e de cofinanciamento estadual e federal para ações, projetos e programas destinados ao idoso em todos os municípios do país. Já a equipe do eixo “Participação” teve as propostas da criação de espaço físico próprio para o grupo da terceira idade do município, ampliação do Serviço de Atenção Domiciliar (SAD) e disponibilização de aparelhagem de ginástica e hidroginástica para os idosos do município aprovadas.

Para a presidente do Conselho Municipal do Idoso, composto por membros da sociedade civil que representam instituições que prestam serviços à terceira idade e do poder público municipal, Dulceneia Brum, “a conferência representou um avanço para o município, pois por meio dela foi dado visibilidade às demandas dos idosos e apontadas soluções”.

As palestras do evento ficaram a cargo da vice-presidente do Conselho Estadual do Idoso, Maria da Penha, que abordou o tema “Protagonismo e Empoderamento da Pessoa Idosa para um Brasil de todas as idades”, do médico e integrante da coordenação do Programa de Saúde do Idoso da Secretaria de Saúde, Dr. Arquimedes, responsável por falar sobre “Gestão” e da secretária de Promoção Social, Rosemary Cerqueira, que ministrou sobre o tema “Participação”.

Segundo a secretária, o governo tem total consciência sobre importância da discussão em torno de políticas públicas direcionadas aos idosos, por isso se esforçou ao máximo para a realização da primeira conferência sobre o tema. “A população está vivendo cada vez mais, por isso torna-se necessário debatermos sobre os serviços de saúde, previdência e assistência, entre outros oferecidos aos idosos”, destacou.

Conselheira municipal há quatro anos e uma das delegadas do evento, a funcionária pública aposentada Elizabeth Vasques, de 70 anos, afirmou que se, ao menos, três propostas forem aprovadas na conferência estadual, e encaminhadas para a nacional, a qualidade de vida dos idosos do município irá melhorar significativamente. “O primeiro passo já foi dado, agora só nos resta torcer”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *